Contos Infantis Ilustrados
O Menino que Viu uma Coisa

Contos Infantis Ilustrados - O Menino que Viu uma Coisa

Esse Menino deixou de ir à Escola hoje...

Ocorre que Ele se distrai facilmente, e naquele dia, pra variar, decidiu que iria explorar uma casa abandonada que viu no caminho...

A grande questão é:
"O que será que ele vai encontrar lá dentro?"

Contos Infantis Ilustrados - O Menino que Viu uma Coisa

Todo dia era a mesma coisa. Sua mãe, logo cedinho, entrava no quarto e dizia: “Dormindo desse jeito você vai acabar chegando atrasado na Escola...”
E ele dizia: “Peraí que vou dormir só mais um pouquinho...”
Apesar de muito preguiçoso, ele sempre ia para a Escola. Bom, pelo menos era o que dizia à sua Mãe...

Contos Infantis Ilustrados - O Menino que Viu uma Coisa

Mas, muitas vezes ficava brincando pela rua e não chegava nem perto da escola.
E ele vivia dizendo: “Nasci para explorar o Mundo e não para passar o dia sentado numa Sala de Aula, Estudando...”
Um dia, a caminho da Escola, uma amiga da sua turma lhe disse:
“Dizem que naquele Casarão Abandonado tem um tesouro escondido...”

Contos Infantis Ilustrados - O Menino que Viu uma Coisa

Dizem também que lá tem um mistério, e aquele que o resolver, ganha o Tesouro...”

Pronto, era tudo que ele queria ouvir. Era seu sonho ficar rico sem fazer força. Então planejou:
“Amanhã, ao invés de ir à Escola, vou explorar esse Casarão, pegar o Tesouro, ficar Rico, e nunca mais vou entrar numa Sala de Aula!”

Contos Infantis Ilustrados - O Menino que Viu uma Coisa

No dia seguinte, sua mãe até estranhou o fato dele ter se levantado tão cedo para ir à Escola.

Só que ele não foi. Foi sim, direto para o Casarão.
Escondeu sua mochila numa moita ali perto, e devagarinho subiu os degraus até a porta.

Pelo que diziam ninguém morava ali há mais de 150 anos...

Contos Infantis Ilustrados - O Menino que Viu uma Coisa

Antes de empurrar a porta, ele colocou o ouvido nela para ver se ouvia algum ruído vindo de dentro. Mas, como nada ouviu, resolveu entrar.
Ao empurrar a pesada porta, ela fez um barulho que o deixou arrepiado da cabeça aos pés...
E, depois de aberta, uma estranha Luz saiu lá de dentro...

Contos Infantis Ilustrados - O Menino que Viu uma Coisa

Então ele viu uma COISA que não gostaria nunca de ter visto!

Era Uma Criatura Monstruosa, que deu uma gargalhada tão terrivel, que o deixou com as pernas bambas e paralisado.

E gargalhando, a Criatura falou: “Então quer dizer que você gosta de Gazear aulas? Que bom, pois Você agora vai morar aqui, comigo, para sempre...”

Contos Infantis Ilustrados - O Menino que Viu uma Coisa

E a estranha Criatura disse ainda: “Muitos iguais a você já entraram aqui, e nunca mais sairam. Venha, não seja tão acanhado, entre... a Casa é Sua...”

Ele não sabe como conseguiu se mexer, mas conseguiu...
Então ele deu o maior carreirão da sua vida, e viu que a Criatura correu atrás, estava disposta a pegá-lo...

Contos Infantis Ilustrados - O Menino que Viu uma Coisa

Enquanto corria, apenas ouvia o ruído dos passos e o horrível fungado do Bicho às suas costas.
Correu o mais que pode, sem olhar para onde estava indo, e assim acabou entrando numa floresta muito fechada e escura.
“É minha única chance de escapar dessa Coisa Medonha...”, Pensava aterrorizado.

Foi quando descobriu que estava perdido e já era Noite...

Contos Infantis Ilustrados - O Menino que Viu uma Coisa

Nesse momento, Ele sentiu que estava sendo observado!

Então olhou à sua volta e viu que Olhos ameaçadores o observavam de dentro da mata, e estavam por todos os lados.

Cheio de pavor, pensou em sua Mãe, e muito arrependido disse: “Nunca mais deixo de ir à Escola, nem mentirei para minha Mãe!” E deu o maior grito da sua vida.

Contos Infantis Ilustrados - O Menino que Viu uma Coisa

Foi nesse momento que aconteceu um verdadeiro milagre.

Ele descobriu que estava em cima de sua cama, ainda deitado, sonhando, e que acabara de acordar de um Grande Pesadelo...

Pulando de alegria ele disse: “Então foi tudo um sonho... Foi um sonho para me mostrar que eu estava no caminho Errado...”

Contos Infantis Ilustrados - O Menino que Viu uma Coisa

A partir daquele dia, ele nunca mais acordou tarde e nem deixou de ir à Escola. E o mais importante, nunca mais mentiu para sua Mãe.
E todo dia, antes de sair de casa, dava um beijo em sua Mãe e dizia: “Você é a melhor Mãe do mundo!”

Moral da História: Sem esforço pessoal, Respeito e Ética, ninguém se realiza...